Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a nuvem cor de rosa

a nuvem cor de rosa

pequeno almoço

PicsArt_05-30-09.54.25.jpg

 Em dia de folga, apeteceu-me fazer o pequeno almoço.

Não fiz nada de especial, umas panquecas de banana e aveia (receita já no blog), recheadas com umas colheradas de iogurte grego.

Uns frutos vermelhos, a melhor fonte de antioxidantes, sempre a proteger-nos o coração, fornecendo vitaminas do complexo B, minerais, potássio e vitamina C, reforçando a saúde da pele, rins e aparelho digestivo.

Acrescentei umas bagas de physalis. Originárias dos Andes são conhecidas por purificar o sangue, fortalecer o sistema imunológico, aliviar dores de garganta e diminuir o colesterol.

Falta falar das amêndoas, um dos superalimentos mais conhecidos de todos. Com benefícios a nível cardiovascular, contra o cancro, para a pele, para o correto desenvolvimento do feto nas mulheres grávidas, para o cérebro e diabetes, também melhoram o nível de energia.

Claro que o café não podia faltar! Adoro café e todos os dias são bons dias para beber um "balde" cheio dele. Hoje dei uma folguinha ao turbinado.

 

E... estou pronta para enfrentar o meu dia de folga!!

Uma corrida na praia, fazer a síntese da vitamina D e ser feliz!!

 

Abracinhos dos meus,

Catita.

gelado de morango

PicsArt_05-27-09.20.11.jpg

 

No verão ou mesmo no inverno, os gelados são uma das sobremesas mais apreciadas cá por casa.

Só, com frutas ou com crepes, são quase sempre a escolha para finalizar uma refeição com sobremesa.

Desde que descobri que a receita para um gelado cremoso se baseia em bananas muito maduras, cortadas em rodelas e congeladas, nunca mais deixei de fazer os meus próprios gelados.

 

Mas, agora aprendi um novo truque para ter gelados saborosos, cremosos e rápidos! Trata-se congelar todos os ingredientes já cortados e preparados e depois é só misturar na bimby ou num processador de comida. Fica pronto a comer!!

Para hoje ao almoço, depois de uma sopa de peixe maravilhosa, a fazer lembrar os dias de calor e de praia, comemos um belo gelado de morangos.

 

Ingredientes:

600 gr de morangos (partidos e congelados)

1 banana (partida em rodelas e congelada)

200 gr de natas (bem frias)

1 clara de ovo

400 gr de leite evaporado (congelado num saco para gelo)

 

Começar por juntar metade dos morangos, a banana, a clara do ovo e as natas e triturar tudo. Quando estiver já homogéneo, juntar os restantes morangos e o leite evaporado e misturar tudo novamente.

Podemos servir de imediato e desfrutar de um magnífico gelado.

Eu não adicionei qualquer açúcar porque gosto do sabor da fruta e a banana já dá um certo toque de doce. Deitei apenas uns mirtilos e umas framboesas na taça para dar mais cor e sabor, mas isso fica ao critério de cada um.

 

O leite evaporado é parecido ao leite condensado, mas sem qualquer açúcar. Ao leite normal é retirada parte da água através de um processo de evaporação com temperaturas não muito altas, para que as proteínas não saiam comprometidas. Usando este tipo de leite, o gelado ganha em consistência.

pãozinho do bom

PicsArt_05-27-05.53.08.jpg

 

Hoje passei a manhã a trabalhar e a pensar num belo de um pãozinho!

Entre uma aula e outra, vinha-me à cabeça uma dentada num pedaço de pão.

Por isso, assim que cheguei a casa, pus mãos à obra e decidi fazer pão. Confesso que ainda não me tinha aventurado antes por medo de que não me corresse bem e que o pão não correspondesse ao que esperava. Mas, afinal estava errada... ficou muito bom e foi um bom lanche.

 

Ingredientes:

300 gr de farinha de trigo sarraceno

125 gr de farinha de linhaça dourada

300 gr de farinha de centeio

460 gr de água

5 gr de fermento de padeiro seco

2 colheres de chá de sal

sementes de sésamo para guarnecer

 

Preparação:

  • colocar no copo da bimby a água e o fermento e aquecer 2 min/ 37º/ vel 2.
  • adicionar as farinhas e o sal e amassar 3 min/ espiga.
  • retirar a massa para um recipiente grande com tampa, humedecido com água e deixar levedar cerca de 30 minutos.
  • retirar um pouco de massa e moldar uma bola, colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhar com as sementes de sésamo.
  • deixar levedar mais 30 minutos e levar forno durante 20-25 minutos a 180º.

 

Ao moldar as bolinhas, cuidado para não tirar o ar que a massa contém, para não ficar mais duro depois de cozido.

 

Há uma semana atrás aprendi num workshop da bimby dois truques fantásticos para quando se faz pão. O primeiro é que devemos colocar um tabuleiro com água no forno quando vamos cozer o pão e se deitarmos na água cubos de gelo, o pão fica bem mais crocante. O outro e, quanto a mim o mais valioso, é que podemos levedar o pão no frigorífico. Ou seja, a massa não precisa de ser toda usada de uma vez. Eu fiz agora 4 bolinhas e deixei a restante massa a levedar no frigorífico. Amanhã de manhã, tiro a porção necessária para fazer duas bolinhas e terei pão quente para o pequeno almoço num instante. Enquanto nos preparamos para trabalhar (sim, trabalhamos ao domingo também), o pão coze. E o melhor é que a massa aguenta no frio até 5 dias!!

 

Sei que não o vou fazer todos os dias, porque já me desabituei de comer pão ao pequeno almoço, mas é uma ótima solução para os pequenos almoços da minha filha pequena.

 

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

 

bolo de maça reineta

PicsArt_05-26-07.14.35.jpg

 

O fim de semana está à porta e com ele há um lanchinho com amigos, um almoço de família, ou simplesmente uma sobremesa para nós próprios (que também merecemos!).

Fiz este bolo no fim de semana passado e achei delicioso. Quase sem açúcar, sem farinhas do mal e com um aliado poderoso, a maçã reineta.

A fruta é uma parte importante de uma alimentação saudável e a maçã reineta é uma daquelas frutas carregadas de nutrientes para a saúde do nosso organismo. É rica em cálcio, em fibras solúveis que ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue, em ferro, em fibra de pectina que ajuda a controlar o colesterol, pois ajuda na redução da absorção  de LDL, em flavonas que ajudam a prevenir o aparecimento de alguns tipos de cancro e em vitamina C.

 

Mais uma vez usei a bimby para fazer este bolo, mas pode ser feito com uma qualquer batedeira ou robot de cozinha.

 

Ingredientes:

3 ovos

50 gr de açúcar de coco

casca de meio limão

sumo de meio limão

2 maçãs reineta descascadas

1 iogurte natural

50 gr de azeite

200 gr de farinha de amêndoa

1,5 colher de chá de fermento sem glúten

2 colheres de chá de canela

 

Preparação:

  • colocar o açúcar e a casca do limão no copo e pulverizar 15 seg/ vel 9. Retirar e reservar.
  • colocar no copo as maçãs e o sumo de limão e picar 5 seg/ vel 3,5. Retirar e reservar.
  • voltar a colocar no copo o açúcar reservado e os ovos e programar 1 min/37º/ vel 4.
  • adicionar o iogurte e o azeite e programar 20 seg/ vel 4.
  • adicionar a farinha de amêndoa, o fermento e a canela e misturar 15 seg/ vel 3.
  • adicionar a maçã reservada e envolver com ajuda da espátula.
  • colocar a massa numa forma de silicone forrada com papel vegetal e levar ao forno a 180º, durante cerca de 50 minutos.

 

Para mim, este é um bolo para ser acompanhado por um chá gelado, nesta época mais quente do ano.

Espero que gostem tanto como eu.

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

 

lanche na escola

IMG_20170524_113112.jpg

 

Ontem, depois do jantar, a minha filha pediu-me para lhe preparar um lanchinho saudável para levar no dia seguinte para a escola. Já era tarde, mas mesmo assim, fiz-lhe a vontade. Afinal de contas, a saúde dos nossos filhos está em primeiro lugar.

 

Voltei, então, para a cozinha. Peguei na receita de bolo na caneca preferida da Inês e dupliquei-a. Em vez de micro ondas e canecas, usei o forno e formas de silicone. E saíram uns belos muffins de alfarroba. O melhor disto tudo é que o sabor é ótimo e a criançada adora e deixa de comer bollycao e coisas do género.

 

Ingredientes:

2 ovos

1 colher de sopa de açúcar de coco

4 colheres de sopa de farinha de alfarroba

2 colheres de sopa de farinha de amêndoa

1 colher de cacau em pó

3 colheres de sopa de óleo de coco (como estava líquido por causa da temperatura ambiente foram colheres rasinhas)

4 colheres de leite de coco

2 colheres de água a ferver

1 colher de sobremesa de fermento sem glúten

 

Misturei tudo muito bem com uma varinha mágica e fez-se magia depois de 15-20 minutinhos no forno.

 

 

Hoje de manhã foi só colocar 2 bolinhos numa caixinha e juntei 2 physalis para acompanhar.

 

Afinal é fácil mandar lanchinho saudável para a escola sem termos que perder muito tempo!

 

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

um dia na praia

IMG_20170523_141419.jpg

 

Dia de folga!

Dia de folga com calor!!

Viver perto da praia é das coisas de que eu não abdico e hoje foi dia de ir até à praia temperar um pouco o corpo ao sol.

 

Muitos se perguntam, o que levar para a praia, que se coma, que seja saudável, prático e que continue a fazer parte do meu estilo de alimentação paleo, low carb?? Hoje trago uma das soluções para essa pergunta.

 

Eu costumo levar os "Crepes da Joana", que me foram dados a conhecer no site Paleo XXI. Para mim servem na perfeição para fazerem de base dos meus wraps. Desde há muito tempo que os wraps são das minhas coisas preferidas para levar para comer na praia. Mas agora, ainda o são mais! E estes crepes servem para embrulhar quase tudo.

 

Hoje levei uma caixinha com alguns crepes e outra caixinha com alface, cenoura em ripas, cebola cortada em tirinhas fininhas, tomate e atum. Quando que me deu a fome, depois de um belo mergulho do mar, foi só fazer um embrulhinho à medida do que me apetecia.

 

Mais tarde, trago outras soluções e alternativas.

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

 

 

 

bolo de aniversário com espuma de morangos

IMG_20170521_111023.jpg

Olá!

Ontem foi dia de fazer bolos.

Um deles era um bolo de aniversário. Com ele, oferecemos alegre e festivamente aos nossos amigos algo que seja delicioso e que simboliza a celebração de mais um ano de vida. E, desta vez, não foi uma mera junção de ingredientes. Tentei fazer um bolo saboroso e saudável, para além de bonito. E acho que consegui!!

 

A base do bolo é praticamente a mesma que já descrevi num post mais antigo, de um bolo de alfarroba. Desta vez, acrescentei um pouco de farinha de amêndoa e fiz o dobro da receita, uma vez que queria um bolo maior. Usei a bimby e, dobrando a receita, ficou mesmo no seu limite! No recheio usei espuma de morangos, sem qualquer adição de açúcar e também morangos fatiados.

 

Ingredientes para o bolo base:

8 ovos

80 gr de açúcar de coco

180 gr de farinha de alfarroba

60 gr de farinha de amêndoa

1 pitada de sal

 

Preparação:

Pré aquecer o forno a 180º e untar com óleo de coco uma forma de 24 cm.

Inserir a borboleta no copo, colocar os ovos e o açúcar e bater 6 min/ 37º/ vel 4.

De seguida bater mais 6 min/ vel 4.

Adicionar a farinha de alfarroba e de amêndoa e o sal e envolver 20 seg/ vel 3.

Deitar a massa na forma e levar ao forno durante cerca de 20 min.

Deixar arrefecer antes de desenformar e cortar.

 

Ingredientes para o recheio:

400 gr de morangos

1 clara de ovo

sumo de meio limão

 

Preparação:

Adicionar os morangos e o sumo de limão e picar 40 seg/ vel 9.

Inserir a borboleta, adicionar a clara e bater 3 min/ vel 3,5.

 

Depois foi só deitar um pouco da espuma de morangos na camada inferior do bolo, cobrir com morangos fatiados e deitar novamente mais espuma por cima. Na decoração do bolo usei morangos inteiros, framboesas e mirtilos e polvilhei ao de leve com coco ralado.

PicsArt_05-22-01.08.19.jpg

 

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

Hamburguer da casa

IMG_20170510_132616.jpg

 

Hamburguer!!! 

Das minhas coisas preferidas para comer!!

Agora que os preparo em casa, ainda gosto mais. Compro a carne, pico, tempero a meu gosto, cozinho e comemos algo que sabemos ter qualidade. 

Os hamburgueres de hoje são de frango. Usei peitos de frango, semi congelados, para que fosse mais fácil picar na bimby. Cortei em pedaços e em poucos segundos tinha a carne picada.

Para mim o segredo de um bom hamburguer está na mistura de uma carne magra com outra mais gorda. Então, piquei umas rodelas de chouriço de carne da Guarda, cebola roxa, alhos e um pouco de gengibre em pó  e pimenta preta e misturei com a carne previamente picada. 

Moldei os hamburgueres com cerca de 200 gr cada um, com a ajuda de uma forma própria para o efeito. Grelhados numa chapa e acompanhados com couve flor a fingir que é arroz e saladinha de tomate com queijo da ilha... os amigos que nos acompanharam ao jantar e que não sabiam sequer da existência do estilo paleo, ADORARAM!!!

 

IMG_20170510_210145.jpg

 

 

 

queques de coco e banana

IMG_20170514_202435.jpg

Preciso de uns bolinhos que sirvam de lanche para a mais pequena cá de casa levar para a escola, num dia em que vai haver festa, durante esta semana que vai começar. Decidi experimentar esta receita e já não experimento mais nenhuma!! Acho que todos vão gostar! São ideais para um lanchinho na escola porque se comem facilmente e são ótimos para  criançada, uma vez que contem pouco açúcar.

 

Simples, rápidos e saborosos...

 

Ingredientes:

200 gr de coco ralado

4 ovos

50 gr de farinha de amêndoa

50 gr de açúcar de coco

uma banana

mirtilos

 

Misturam-se todos os ingredientes, até ficar uma massa homogénea e deita-se em forminhas de silicone. Deitei 1 mirtilo em algumas forminhas, mas confesso que me arrependi... deveria ter deitado em todas!!! Fica uma combinação deliciosa!! Leva-se ao forno, a 180º, durante cerca de 20 minutos.

 

nota: O coco ralado que usei nestes queques não estava seco. Tinha acabado de fazer leite de coco e usei uma parte do coco que sobrou para esta receita. Daí que os queques tenham ficado húmidos, quase como se fossem queijadinhas. ADOREI!!!

 

Espero que os façam e que gostem tanto como eu.

 

Abracinhos dos meus,

Catita.

 

 

 

leite de coco caseiro

IMG_20170514_193158.jpg

O leite de coco é tradionalmente usado para a preparação de receitas indianas e tailadesas. Recentemente, é cada vez mais, usado em sobremesas, smoothies, etc.

Este é um leite que possui inúmeros benefícios para a nossa saúde. Os seus ácidos gordos ajudam na perda de peso, são antimicrobianos, antibacterianos, anticancerígenos, antivirais...

 

Ontem decidi experimentar fazer iogurtes com leite de coco.

Mas pensei... vão ficar caríssimos estes iogurtes!!

Não ficam!

Fiz o meu próprio leite de coco em casa. Assim economizei (porque usei um coco que me custou cerca de .80 centimos) e além disso, tenho a certeza de que o leite que usei é livre daqueles produtos químicos que sabemos fazerem mal.

 

Procedimento:

Abrir o coco e retirar a polpa. Retirar também a pele castanha escura (com um descascador de cenouras ou mesmo com uma faca).

Na bimby triturei a polpa do coco e juntei 1lt de água já quente.

Deixei repousar durante 20 minutos e triturei de novo mais 30 seg/ vel 8.

De seguida, é só filtrar com um pano de algodão fino e aproveitar o máximo de leite.

Pode repetir-se o processo mais vezes, obtendo-se um leite menos denso, mas que poderá ser usado na mesma, com propósitos diferentes.

Guardar o leite em garrafas ou frascos de vidro no frigorífico por poucos dias.

 

A polpa que nos sobra, podemos levá-la ao forno para secar, num tabuleiro, a 200º e usá-la como o coco ralado que estamos habituados a comprar.

 

Os iogurtes com este leite vou fazer mais logo e deixar abafados durante a noite. Se correr bem, amanhã digo qualquer coisa.

 

IMG_20170514_192937.jpg

Abracinhos dos meus,

Catita.

Pág. 1/2